Amor mentiroso

Amor Mentiroso

Quero que morras!
Em meus pensamentos te mato!
Morte violenta,
Com requintes de crueldade.
Primeiro cuspo em tua face;
Depois te apedrejo.
Com madeira te espanco.
Quero ver teu sangue.
Meu coração está em frangalhos.
É assim que te quero.
Morto, retalhado, esfarrapado, em pedaços.
Só assim; vendo tua agonia,
Terei amenizada minha dor.
A dor do amor;
O amor mentiroso que me prometeste.
Quero que morras.
Principalmente em meus pensamentos.
(Franciele Minotto)