Amor Bandido

Meu coração dispara.
Será que quero mesmo ouvir sua voz?
Queria ter a certeza de ter esquecido a emoção que me provocas.
Relembrei a explosão que me causa.
Há como esquecer um amor inventado?
Algo que apareceu apenas em um coração?
Aquele amor bandido?
Como posso bani-lo do meu coração?
Tentei falar com você,
Você não respondeu.
Minha cabeça dispara,
No coração, aquela ferida se abre,
Como quero esquecê-lo;
Na verdade, quero não lembrar de você.
Por que meu passado resolve sempre achar que é você?
A mulher que mora em mim chora sua perda.
A amazona encouraçada não quer admitir:
Amo um fantasma, que só existe pra mim.
Cadê meu colírio alucinógeno?
É com ele que preciso viver.
Com quem falo sobre essa ferida que sangra.
É possível alguém me entender?
Como faço para me livrar de você?