Minha criança

poema minha criança

Te imagino chegando;
Minha criança,
Minha esperança!
Em você vejo a possibilidade;
A nova oportunidade.
Não errarei novamente.
Não com você.
Meu fruto;
Minha prole;
Vida renovada;
Genética melhorada.
O que tenho de melhor,
De belo, meigo e inocente.
Reconheço!
Preciso de você mais que precisas de mim.
Nunca farei por ti o que fazes por mim.
Sem sua presença não há gosto;
Nem cor!
Quando parte me leva.
Quando volta, me acorda;
Do pesadelo que é viver sem você!