Publicado em

Como tratar Doença de Peyronie?

A Doença de Peyronie é caracterizada pela formação de placas fibrosas dentro da túnica albugínea (membrana que reveste o pênis internamente), pode estar associada à dor durante as ereções e dificultar a penetração devido à curvatura peniana, e ainda ocorrer disfunção erétil (dificuldade de ereção). A doença apresenta duas fases:

  • Inflamatória aguda e
  • Crônica, caracterizada por fibrose.

A dor é uma característica da fase inflamatória aguda e, geralmente, desaparece sozinha. Quando ocorre curvatura peniana devido à fibrose, geralmente é persistente e, muitas vezes, necessita de tratamento cirúrgico.

O tratamento médico é indicado na fase de desenvolvimento da doença de Peyronie, por pelo menos no 1º ano após o diagnóstico e sempre em caso de dor peniana. A origem da doença não é totalmente conhecida, mas nos últimos anos está relacionada a micro e macro traumas penianos, a fibrose teria origem na cicatrização desses traumas. 

Recomenda-se o uso da associação de vitamina E (600 mg/dia) e colchicina (2,0 mg/dia), durante a fase aguda da doença de Peyronie, o que diminuiu a progressão da doença com mais placas fibróticas e consequente estabilização da doença. A vitamina E é desprovida de efeitos colaterais. Não há diferença na melhora da dor, curvatura peniana e tamanho da placa, entre pacientes que usaram colchicina ou placebo. Entretanto, quando empregados em associação com a vitamina E na fase inicial da doença, foi observada melhora da dor, após o uso médio de 5,7 meses.

A doença afeta o bem estar psicológico e o humor dos homens acomedidos, a doença pode causar medo de relacionar-se levando ao isolamento e depressão. A cirurgia continua sendo o tratamento padrão ouro para homens com Doença de Peyronie estável. As indicações cirúrgicas incluem:

  • doença estável,
  • habilidade comprometida para um intercurso sexual satisfatório por deformidade peniana e/ou rigidez insuficiente;
  • falhas dos tratamentos não-cirúrgicos,
  • calcificações extensas ou
  • pacientes que desejam rápida correção .

Várias técnicas cirúrgicas são utilizadas, e a satisfação com o resultado é semelhante entre todas elas. O urologista é indispensável para diagnóstico e tratamento do problema. Não deixe para amanhã o que tem que fazer hoje, se estiver com sintomas sugestivos de Doença de Peyronie fale com sua parceira e procure um médico.  #ficadica ❤️