Afinal o que são antioxidantes?

As moléculas orgânicas e inorgânicas e os átomos que contêm um ou mais elétrons não pareados, com existência independente, podem ser classificados como radicais livres, ou seja, fios desencapados dentro das células.

Os antioxidantes são agentes responsáveis pela inibição e redução das lesões causadas pelos radicais livres nas células. São considerados antioxidantes: L-cisteína, α-tocoferol (vitamina E), curcumina, β-caroteno,  Ácido ascórbico (vitamina C),  Flavonóides, Selênio, Clorofilina entre outros.

Alguns alimentos com ação antioxidante na dieta:

  • Mamão – β-caroteno
  • Uva – ácido elágico
  • Brócolis – flavonóides
  • Salsa – flavonóides
  • Laranja – vitamina C
  • Morango – vitamina C
  • Chá – catequinas
  • Curry – curcumina
  • Vinho – quercetina
  • Noz – polifenóis
  • Cenoura – β-caroteno
  • Espinafre – clorofilina
  • Tomate – carotenóides
  • Repolho – taninos

Há na literatura evidências de que a deficiência de Selênio é um fator importante de predisposição no desenvolvimento de tumores. O consumo diário ideal é de 55 mcg de selênio.

Alimentos Quantidade de Selênio em 100 g Energia em 100 g
Castanha do pará 4.000 mcg 699 calorias
Farinha de trigo 42 mcg 360 calorias
Pão francês 25 mcg 269 calorias
Gema de ovo 20 mcg 352 calorias
Frango cozido 7 mcg 169 calorias
Clara de ovo 6 mcg 43 calorias
Arroz 4 mcg 364 calorias
Leite em pó 3 mcg 440 calorias
Feijão 3 mcg 360 calorias
Alho 2 mcg 134 calorias
Repolho 2 mcg 25 calorias

Zinco também  é um mineral muito importante para o ser humano,  é encontrado principalmente na carne bovina, fígado de frango, ostras, sementes de abóbora, feijão de soja, amendoim e amêndoas. Se não for consumido em quantidades adequadas pode provocar queda de cabelo, problemas de crescimento e desenvolvimento nas crianças e alteração no paladar.

Previna-se aderindo a alimentação balanceada, para maiores informações e acompanhamento dietético consulte uma nutricionista.