Publicado em

O que a melatonina tem a ver com o sono?

Os ritmos circadianos são alterações regulares com características mentais e físicas que ocorrem no curso de um dia (do latim área + diem, “em torno do dia”). Muitos ritmos circadianos são controlados pelo “relógio biológico” do corpo. Este relógio está localizado no núcleo supraquiasmático, no hipotálamo, acima do quiasma óptico. A luz captada por fotorreceptores na retina gera estímulos que, através do nervo óptico, chegam ao núcleo supraquiasmático. Continuar lendo O que a melatonina tem a ver com o sono?

Publicado em

Por que precisamos dormir?

Direitos autorais: ocusfocus / 123RF Imagens

Uma vez que o sono e a vigília são influenciados por diferentes estímulos de neurotransmissores no cérebro, alimentos e medicamentos que alteram o equilíbrio desses estímulos são capazes de afetar nosso nível de alerta ou sonolência ou a qualidade do nosso sono. Bebidas cafeinadas, certas drogas, medicamentos anorexígenos e descongestionantes nasais estimulam algumas partes do cérebro e causam insônia. Continuar lendo Por que precisamos dormir?

Publicado em

Vida sexual após o câncer de mama

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama. O movimento teve início no final do século XX na Califórnia com o objetivo de dar visibilidade à causa do câncer de mama, fortalecendo a importância do diagnóstico precoce e da sua prevenção e tratamento. Inicialmente, o movimento foi marcado
pela iluminação de monumentos históricos e tomou proporções mundiais. Atualmente, diversas instituições promovem atividades voltadas para a causa, tais como: debates, seminários, passeatas, eventos culturais e corridas esportivas. Continuar lendo Vida sexual após o câncer de mama

Publicado em

DIU de cobre x Mirena

A história da contracepção é longa e antiga; no entanto, o controle voluntário da fertilidade é ainda mais importante na sociedade moderna. Uma mulher que e deseja ter apenas um ou dois filhos passa a maioria dos seus anos férteis tentando evitar a gravidez. No ritmo atual, a população mundial duplicará em 66 anos, tanto para o indivíduo quanto para o planeta é necessário o uso criterioso e eficaz de meios para evitar a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis (DST). Continuar lendo DIU de cobre x Mirena

Publicado em

Vaginismo causa dor na penetração

O vaginismo é descrito como um espasmo muscular do terço exterior da vagina, provocando penetração dolorosa ou impossível. Estima-se que 1 a 7% das mulheres apresentam vaginismo. A dificuldade em distinguir entre vaginismo e dispareunia (dor durante a relação sexual) levou ao argumento de que eles são a mesma coisa. Continuar lendo Vaginismo causa dor na penetração

Publicado em

Relação sexual dolorosa é normal?

“Sinto dor na relação sexual, o que fazer para melhorar e satisfazer o parceiro?”

É notório que apenas os masoquistas conseguem associar prazer e dor, e se você não é masoquista associar prazer e dor é difícil e desumano.

Dor na relação sexual pode ter várias causas, entre elas podemos citar infecções vaginais ou infecções pélvicas – que envolvem o útero, as trompas, e a bexiga. Continuar lendo Relação sexual dolorosa é normal?

Publicado em

Existe cura gay?

Em 1886, o sexólogo Richard von Krafft-Ebing listou a homossexualidade e outros 200 estudos de casos de práticas sexuais em sua obra Psychopathia Sexualis. Essa obra conta com 238 casos de “sexualidades desviantes”, sendo, dentre esses, 22 casos intitulados como “homossexualidade”. Krafft-Ebing propôs que a homossexualidade era causada por uma “inversão congênita” que ocorria durante o nascimento ou era adquirida pelo indivíduo. Continuar lendo Existe cura gay?

Publicado em

O que o Zika Vírus tem a ver com sexo?

O Zika Vírus foi isolado pela primeira vez em 1947 em um macaco Rhesus com febre na floresta de Uganda (continente Africano), sendo batizado de Zika devido o nome da floresta onde foi encontrado. É um vírus da família Flaviviridae, a mesma família do vírus da dengue, febre amarela, encefalite japonesa e vírus do Nilo Ocidental. Continuar lendo O que o Zika Vírus tem a ver com sexo?

Publicado em

O que é DST e como prevenir-se

Doenças sexualmente transmitidas são consideradas desordens transmitidas por contato íntimo, via placentária (na gravidez), através da passagem do canal de parto (no parto) e durante a amamentação; mas e o que é considerado contato íntimo suficiente para transmissão de doenças sexualmente transmissíveis? Continuar lendo O que é DST e como prevenir-se

Publicado em

O que o Kama Sutra ensina!? Dos abraços, beijos, beliscões e mordidas.

Abraços, beijos, beliscões e mordidas

 

Segundo a versão original do Kama Sutra, os homens que geralmente têm sucesso com as mulheres são:

  • Os versados na ciência do amor
  • Os que sabem contar histórias
  • Os familiarizados com mulheres desde a infância
  • Os que  conquistaram sua confiança
  • Os que mandam presentes
  • Os que falam bem
  • Os que satisfazem suas vontades
  • Os que não amaram outras mulheres
  • Os que servem de intermediários
  • Os que conhecem seus pontos fracos
  • Os que são desejados pelas mulheres de bem
  • Os relacionados com suas amigas
  • Os que tem boa aparência
  • Os que foram criados com elas
  • Os vizinhos
  • Os amantes das filhas de sua ama (babá)
  • Os recém-casados
  • Os que gostam de piqueniques e de festas
  • Os liberais
  • Os célebres pela sua força
  • Os empreendedores e corajosos
  • Os que se vestem bem e vivem no luxo

O Kama Sutra foi escrito para benefício do mundo, segundo os preceitos da Sagrada Escritura, por Vatsyayana quando estudante da religião e inteiramente entregue à contemplação da Divindade. Kama pode ser traduzido como ciência do amor ou a vida dos sentidos. Na antiga literatura de pensamento em sânscrito, desenvolveu-se uma forma conhecida como sutras – ou expressões concisas com um mínimo de palavras.

Descrevendo os tipos de união sexual segundo as dimensões, força do desejo ou paixão e o tempo, o Kama Sutra divide os homens em 3 classes, segundo o tamanho da sua “linga”; homem lebre, touro e cavalo.  Também divide as mulheres conforme a profundidade do seu “iôni”, em corça, égua e elefanta.

Conforme essa divisão de tamanhos seriam 3 uniões iguais, com os tamanhos correspondentes: homem lebre com mulher corça, homem touro com mulher égua e homem cavalo com mulher elefanta. Nas uniões desiguais, o homem pode exceder a mulher ou a mulher exceder o homem em tamanho, entre todas as uniões possíveis, as uniões iguais são as melhores.

Conforme a força da paixão ou do desejo carnal existem os homens pequenos, medianos e intenso e as mulheres pequenas, medianas e intensas.

O homem é de pequena paixão quando seu desejo no momento da união sexual não é ardente, o seu esperma é pouco abundante e não suporta os apaixonados abraços da mulher.  Os homens de temperamento mais cálido, são homens de paixão mediana, e os dotados de grande ardor recebem o nome de homens de paixão intensa.  Da mesma forma são classificadas as mulheres quanto a intensidade da paixão.

Quanto ao tempo consumido na união sexual também homens e mulheres são subdivididos em : os que precisam pouco tempo, os que consomem um tempo moderado e os que prolongam a união por muito tempo.

O Kama Sutra também descreve os diferentes tipo de amor; sendo considerados 4 tipos de amor:

  • O provocado pelo hábito (o amor adquirido pela prática e hábito constantes – amor da relação sexual, da bebida, do jogo, da caça)
  • O resultante da imaginação (amor que vem totalmente das idéias, amor sentido pelos abraços, beijos)
  • O que surge em consequência da fé (amor mútuo, quando cada um sente que o outro lhe pertence, amor resultante da confiança)
  • O que resulta da percepção dos objetos externos (é amor evidente e bem conhecido)

A parte do Kama Sutra que trata da união sexual é chamada de 64, alguns autores sugerem que esse apelido tenha sido dado devido a divisão em 64 capítulos; essa parte tem 8 temas: o abraço, o beijo, os arranhões com as unhas ou dedos, a mordida, as posições no leito, os diferentes sons, a inversão dos papéis e o congresso oral;tendo cada uma delas 8 tipos.

O abraço, manifestação de amor mútuo do homem e da mulher que se uniram tem 3 categorias: de contato, penetrante, de atrito e opressivo.

  • Abraço de contato: quando, sob qualquer pretexto, o homem se aproxima da mulher, de frente ou de lado, e lhe toca o corpo com seu próprio corpo.
  • Abraço penetrante (espetante): quando uma mulher se inclina e espeta com os seios o homem, que então deles se apodera.
  • Abraço de atrito: quando dois amantes andam juntos e seus corpos se esfregam um no outro.
  • Abraço opressivo: quando 2 amantes andando juntos, um deles pressiona vigorosamente contra uma parede ou pilastra o corpo do outro.

No momento da união sexual, outros tipos de abraço são usados:

  • Abraço entrelaçamento da trepadeira: quando a mulher, agarrando-se ao homem puxa na direção da sua a cabeça dele para beijá-lo.
  • Abraço subida da árvore: quando a mulher coloca um pé sobre o pé do amante e o outro sobre uma das coxas, passa um braço pelas costas e o outro pelos seus ombros, fazendo menção de subir por ele para beijá-lo.
  • Abraço mistura da semente de sésamo com arroz: quando os amantes estão na cama e se abraçam tão fortemente que seus braços e pernas se entrelaçam com os braços e pernas do outro, e se esfregam.
  • Abraço mistura de leite e água: quando o homem e a mulher se amam muito e sem pensar na dor ou sofrimento, abraçam-se como se estivessem penetrando nos respectivos corpos, seja com a mulher sentada no colo do homem ou a frente dele, ou na cama.

Sobre o beijo, o Kama Sutra ensina que os lugares adequados ao beijo são: a testa, os olhos, as faces, o pescoço, o peito, os seios, os lábios e o interior da boca. Também podendo ser beijados: as juntas das coxas, os braços e o umbigo. Nos casos de uma moça ainda jovem, seriam 3 beijos os possíveis: o beijo nominal, palpitante e o de toque.

  • Beijo nominal: quando a moça apenas toca a boca de seu amante com os lábios, sem mais nada fazer.
  • Beijo palpitante: quando a moça, deixando de lado a vergonha, quer tocar os lábios que lhe pressionam a boca e para isso movimenta o lábio inferior, mas não o superior.
  • Beijo de toque: quando a moça toca os lábios do amante com a língua, e com os olhos fechados, coloca suas mãos nas mãos do amante.

Além desses podem ser divididos os beijos em beijo direto, inclinado, voltado e pressionado e muito pressionado.

  • Beijo direto: quando os lábios dos dois amantes entram em contato.
  • Beijo inclinado: quando as cabeças dos dois amantes estão inclinadas uma para a outra.
  • Beijo voltado: quando um deles volta o rosto para o outro segurando-lhe a cabeça ou o queixo e então se beijam.
  • Beijo pressionado: quando o lábio inferior é pressionado com muita força
  • Beijo muito pressionado: o lábio inferior é agarrado entre dois dedos e em seguida, depois de tocar com a boca, um dos amantes o pressiona fortemente com o lábio.

Além disso há 4 espécies de beijo: o moderado, o contraído, o pressionado e o leve, dependendo das diferentes partes do corpo que são beijadas, sendo cada um adequado para uma área do corpo.

Segundo o Kama Sutra, quando o amor se torna intenso, os beliscões com a ajuda das unhas, ou os arranhões do corpo, são praticados nas seguintes ocasiões: na primeira visita; no momento de partir para uma viagem; de volta de uma viagem; no momento da reconciliação com um amante aborrecido; e, finalmente, quando a mulher está embriagada.

Beliscar usando as unhas, porém, só é comum entre os que estão intensamente apaixonados, ou seja, tomados de paixão. Os beliscões de que participam as unhas são de oito tipos, segundo as marcas que deixam:

  • Sondagem
  • Meia-lua: marca curva com as unhas feita nas mamas e pescoço.
  • Círculo: quando as meias-luas são feitas uma na frente da outra, feita geralmente no umbigo, nas cavidades embaixo das nádegas e nas juntas das coxas.
  • Linha: marca em forma de linha em qualquer lugar do corpo.
  • A unha ou garra de tigre: linha curva e feita sobre as mamas.
  • A pata do pavão: quando uma curva é feita com as cinco unhas na mama, como antigamente na Índia as mulheres andavam com seios a mostra, essa marca era feita para ser elogiada.
  • O salto da lebre: cinco marcas de unhas próximas umas as outras e junto ao mamilo .
  • A folha de lótus azul: marca no seio e nos quadris, na forma de folha de lótus azul.

Os lugares do corpo que devem ser beliscados com as unhas são: axilas, garganta, mamas, lábios, tronco e coxas; mas quando a impetuosidade da paixão é excessiva, não há consideração de lugar.

Quando, ao partir em viagem, o amante faz uma marca nas coxas ou nas mamas, ela é chamada de “sinal de lembrança”.

Um dos versículos do Kama Sutra que trata sobre as marcas de unha diz:

” O amor da mulher que vê as marcas de unhas nas partes íntimas de seu corpo, embora sejam antigas e quase invisíveis, reascende-se e renova-se. Se não houver marcas de unhas para lembrar os momentos de amor, então a paixão diminui, tal como acontece quando não há união por um longo período.”

Sobre mordidas, a orientação do Kama Sutra é que todas as partes do corpo que podem ser beijadas podem ser mordidas, com exceção do lábio superior, o interior da boca e os olhos. As diferentes formas de mordida são descritas como:

  • A mordida oculta: só se evidencia pela vermelhidão excessiva da pele mordida, realizada no lábio inferior.
  • A mordida inchada: quando a pele é comprimida de ambos os lados, realizada na face esquerda.
  • O ponto: realizada no lábio inferior.
  • A linha de pontos: quando uma pequena porção de pele é mordida por todos os dentes, realizada no lábio inferior, na garganta, axilas e nas articulações da coxa.
  • O coral e a joias: a mordida conjunta de dentes e lábios, os lábios são o coral e os dentes as joias, realizada na face esquerda.
  • A linha de joias: quando a mordida é feita com todos os dentes, realizada na garganta, nas axilas e nas articulações da coxa.
  • A nuvem quebrada: consiste em um círculo de protuberâncias desiguais, resultante do espaço entre os dentes, feita nas mamas.
  • Dentada de javali: muitas linhas largas de marcas próximas com intervalos vermelhos

Uma outra passagem interessante do Kama Sutra diz: “…..Assim, se o homem e a mulher agirem de acordo com o gosto de ambos, o seu amor não diminuirá, nem mesmo ao fim de cem anos.”

Fonte: VATSYAYANA, M. Kama Sutra: segundo a versão clássica de Richard Burton e F.F. Arbuthnot. Tradução: Waltensir Dutra. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 1998, 209p.

Publicado em

Dificuldades sexuais masculinas por mais de 3 meses devem ser investigadas e tratadas

A sexualidade masculina tende a expressar mais inquietação do que a feminina porque os homens separam a sua atividade sexual das outras atividades da vida, onde são capazes de encontrar um direcionamento estável e integral. Continuar lendo Dificuldades sexuais masculinas por mais de 3 meses devem ser investigadas e tratadas

Publicado em

Afinal o que são antioxidantes?

As moléculas orgânicas e inorgânicas e os átomos que contêm um ou mais elétrons não pareados, com existência independente, podem ser classificados como radicais livres, ou seja, fios desencapados dentro das células.

Os antioxidantes são agentes responsáveis pela inibição e redução das lesões causadas pelos radicais livres nas células. São considerados antioxidantes: L-cisteína, α-tocoferol (vitamina E), curcumina, β-caroteno,  Ácido ascórbico (vitamina C),  Flavonóides, Selênio, Clorofilina entre outros. Continuar lendo Afinal o que são antioxidantes?